terça-feira, 29 de maio de 2018

Boato diz que o WhatsApp será bloqueado pelo governo; não acredite


Quando a greve de caminhoneiros que parou o Brasil na última semana começou a tomar grandes proporções, só havia uma certeza: o tema daria margem para muitos boatos, que circulam especialmente pelo WhatsApp de forma anônima. De fato, o principal deles diz que o próprio aplicativo será bloqueado no Brasil após uma atualização.

O site Boatos.org catalogou dois áudios de grande alcance que falam basicamente a mesma coisa. O governo brasileiro, incomodado com a utilização do aplicativo na organização do movimento grevista, teria solicitado que o acesso ao serviço fosse restringido no país. O bloqueio seria realizado por meio de uma atualização, e a ordem é que usuários não baixem nenhuma atualização do Google Play ou da App Store para impedir que o acesso seja limitado.

Em um dos casos, o bloqueio seria ordem direta do presidente Michel Temer, o que simplesmente não é permitido. Já no outro, seria uma ordem judicial que determinaria o bloqueio do WhatsApp por 48 horas; essa segunda hipótese até poderia ser viável, visto que o aplicativo já foi impedido de operar no passado, mas também não é verdade.

Supondo que a Justiça realmente determinasse o bloqueio do WhatsApp, essa ordem seria destinada às operadoras de internet fixa e móvel, que deveriam impedir seus usuários de acessar os IPs vinculados ao aplicativo. Se isso, por um acaso, viesse a acontecer, atualizar ou não seu aplicativo não faria qualquer diferença.

O que os autores do áudio parecem fazer é misturar informações reais, mas antigas, da época em que o WhatsApp realmente foi bloqueado por ordem judicial, com um contexto atual, como a greve dos caminhoneiros, para causar maior pânico. No entanto, na época em que o aplicativo foi impedido de operar no Brasil, não havia qualquer intenção de silenciar um movimento popular. A punição foi porque o Facebook, empresa que é dona do WhatsApp, não cumpria a ordem de entrega de dados solicitados pelas vias legais para uma investigação policial, alegando ser incapaz de fornecer as informações que a Justiça pedia, por não armazená-las em seus servidores e por causa da criptografia de ponta-a-ponta incorporada ao serviço. 

A assessoria de imprensa do WhatsApp confirmou que o aplicativo não corre risco de ser bloqueado.

Share:

Vereador Josenildo Amorim

Vereador Josenildo Amorim

Mercadinho Oliveira

Bina Acessórios & Variedades

Sabor La Citta

Visótica

Rogério Confecções

Farmácia A Laranjinha

Multivel Veículos

Multivel Veículos

UniNet

Varejão Timbaubense - Vicência-PE

Varejão Timbaubense - Vicência-PE

MAD - Bolos & Doces

Farmácia São Sebastião

Farmácia São Sebastião

New Net Provedor de Internet

New Net Provedor de Internet

Loteamento Santa Helena

Loteamento Santa Helena

Beleza Express By Cris

Flor de Lis

Fabinho Modas

Cadastre Seu Email e Ganhe Brindes

Seguidores

Arquivo do Blog